Sobre nossa mente descontínua

Presa ou predador. Seguro ou perigoso. Bom ou Mau.  

Premium Vector | Businessman in angel and demon suit. vector characters for  good and bad way choice concept

Evoluímos sem tempo para pensar, era preciso classificar, de forma automática, rápida, simples.

Decisões em um piscar de olhos.

Você está aqui porque seu ancestral não filosofou antes de correr de uma onça.

Se ao invés de fugir ele refletisse sobre os diversos fatores envolvidos no temperamento daquele felino específico e tentasse calcular o grau de fome que ela sentia naquela tarde, ele seria o lanche do dia. 

Um local só podia ser seguro ou perigoso, outro homem era aliado ou inimigo, o meio termo mais ajudava que atrapalhava.

Estamos programados para pensar em termos absolutos, relativizar custa demasiado tempo e energia.

Tudo é isso ou aquilo, preto ou branco, sim ou não, mas a realidade não funciona assim.

O biólogo evolucionista Richard Dawkins chamou esse fenômeno de mente descontínua.

É muito abstrato enxergar o cinza, o impreciso, as etapas sutis e gradativas que transformam um neanthertalis  em um sapiens. 

Evolution vector download free vector download (21 Free vector) for  commercial use. format: ai, eps, cdr, svg vector illustration graphic art  design

Apesar de buscarmos, não existem linhas divisórias claras em diversos aspectos do universo.

Existem gradientes contínuos, entre um ponto e outro.

A natureza odeia uma fronteira precisa, nós amamos. 

Tentar encontrar linhas divisórias o tempo todo atrapalha o entendimento de fenômenos complexos, como genética, medicina, política ou economia.

Cheios de nuances, poréns, senãos e talvezes.

Philosophy - Free user icons

Momentos de privação ou medo, como a pandemia atual, acionam esse raciocínio simplista, límbico e emotivo.

Esse remédio é bom para tratar COVID?

Usar máscara protege contra a infecção?

Essa vacina garante que não vou adoecer?

Posso ficar totalmente despreocupado para o próximo Carnaval?

Quem faz essas perguntas não está buscando a resposta mais precisa, pois ela necessariamente será imprecisa.

O que se busca é certeza, segurança, o amparo de uma resposta exata.

P is for Philosopher by Samuel Markiewicz on Dribbble

Honestidade científica sempre mantém uma margem de erro, espaço para dúvida. Situações intermediárias que só podem ser estimadas.

Por isso as fake news não partem dos ponderados.

Os predadores estão cheios de certeza, o que a ciência séria tem dificuldade em fornecer.  Se não fugir, eles te devoram.

Ouvir lados opostos, considerar informações conflitantes, refletir e pesar riscos e benefícios é o pensamento humano democrático, refinado e evoluído.

A mente descontínua é tirana, grosseira e assustada.

Como médicos, somos alvos dessas inquisições, ter certeza sobre o novo remédio, a nova técnica, o novo diagnóstico.

O tempo de recuperação, o tempo de vida, o tempo de efeito. 

Algumas coisas são mais seguras que outras, aquelas têm riscos diferentes, nada é perfeito, nem absolutamente seguro. 

Aceite o impreciso.

É desconfortável, mas é o único caminho para sermos algo além de bichos assustados, presas fáceis.

Dr. Manoel Vicente de Barros – Psiquiatra em Cuiabá

https://www.instagram.com/dr.manoelvicente/

https://www.ipec.med.br/

Publicado por

Manoel Vicente de Barros

Médico Psiquiatra em Cuiabá - Mato Grosso / Medicina pela Universidade Federal de Mato Groso (UFMT) / Aperfeiçoamento em Psicogeriatria pela USP / Observership em Estimulação Magnética Transcraniana (EMTr) na Toronto University no Canadá / Instagram: @dr.manoelvicente / Facebook: dr.manoelvicente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *