O Melhor Remédio para Emagrecer

Dieta milagrosa é coisa do passado, a febre do emagrecimento rápido e a qualquer custo são os apelidados “remédios para emagrecer”, se as pessoas tivessem ideia em que estão se metendo, pensariam duas vezes.

Prozac indignation | Salon.com

Poucos imaginam como uma  substância é classificada dentro de uma classe farmacológica.

Antes das medicações, já existiam os remédios.

Ao observar que quem bebia determinado chá tinha alívio para cólicas menstruais, se concluía que aquela erva deveria ser um bom remédio para essa aflição mensal. Assim se tinha um remédio.

Com os medicamentos, que são padronizados e regulados por agências rígidas, essa experimentação e observação continuou acontecendo.

A Psiquiatria foi revolucionada, quando perceberam que a Clorpromazina, inicialmente estudada como anestésico, reduzia sintomas psicóticos em pacientes esquizofrênicos. Pronto, assim nasceu o primeiro antipsicótico.

Da mesma forma, um antidepressivo, um hormônio de tireóide ou uma anfetamina, que eventualmente fazem algumas pessoas perderem peso passam a ser propagandeados como “para emagrecer”.

Wolf in sheep s clothing stock illustration. Illustration of leather -  60664945

Eles nunca foram desenvolvidos para isso.

Substâncias também não são mini robôs teleguiados para resolver exatamente o que você deseja. Se você tem uma dor no dedão, o analgésico não percorre o caminho da boca ao pé, ele vai se espalhar pelo corpo inteiro e, por onde passa, pode levar a efeitos colaterais imprevisíveis.

A Locarserina é um exemplo real que ainda pode ser encontrado por aí. Parecia perfeita, apenas inibia a fome e nada mais. Inicialmente aprovada para tratar obesidade, teve sua venda interrompida por aumentar a incidência de câncer.

Um risco benefício inaceitável, mas que não impede quem ainda busca medicamentos sem prescrição médica.

Antidepressivos e estimulantes agem no seu órgão mais nobre, de longe o mais importante, o cérebro.

Eles não vão simplesmente diminuir a sua fome, vários neurônios, que não tem nada a ver com modulação de apetite serão atingidos. Piora do sono, irritabilidade, redução da libido e até compulsão alimentar podem acontecer.

Descartando os riscos ocultos, aqueles efeitos colaterais que desconhecemos, como aumentar risco de câncer ou infartos cardíacos, existem todos os efeitos colaterais que via de regra, não são informados por quem vende um dito emagrecedor.

Droga Ilustrações, Vetores E Clipart De Stock – (143,458 Stock  Illustrations)

Além das prateleiras das farmácias, estão as lojas virtuais e de suplementos alimentares, uma terra de ninguém.

Sem regulação rígida ou necessidade de prescrição médica, quem compra se orienta pela propaganda e nem imagina o que está tomando ou o que isso causa.

A busca desesperada por resultados rápidos, a confiança em um rótulo enganador e a falta de orientação não só gera resultados pífios, de curto prazo, como expõe a riscos absolutamente desnecessários.

176 Fake Muscles Illustrations, Royalty-Free Vector Graphics & Clip Art -  iStock

Sacrificar sua saúde por estética é o ápice da inversão de valores. 

O melhor remédio para emagrecer continua na sabedoria antiga, que existia muito antes das propagandas, dos rótulos e dos doutores de emagrecimento: dieta balanceada e exercício físico, experimente, são milagrosos.

Dr. Manoel Vicente de Barros – Psiquiatra em Cuiabá

https://www.instagram.com/dr.manoelvicente/

https://www.ipec.med.br/

Publicado por

Manoel Vicente de Barros

Médico Psiquiatra em Cuiabá - Mato Grosso / Medicina pela Universidade Federal de Mato Groso (UFMT) / Aperfeiçoamento em Psicogeriatria pela USP / Observership em Estimulação Magnética Transcraniana (EMTr) na Toronto University no Canadá / Instagram: @dr.manoelvicente / Facebook: dr.manoelvicente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *